Top

LawTech tem taxa de êxito em acordos de 84% – contra 12% da Justiça normal

Segundo a publicação “Justiça em Números 2017”, do Conselho Nacional de Justiça, para cada 100 processos judiciais julgados em 2016 (com sentença ou decisão terminativa), 12 conflitos foram resolvidos. Isso significa que houve acordo em 12% dos processos levados à Justiça. Ainda de acordo com a publicação, quanto maior a informalidade da instância, a disputa tem mais chances de ser resolvida por meio de acordo.

Nos Juizados Especiais Cíveis, em que a presença de um advogado não é exigida nas causas de até 20 salários mínimos, 16% das divergências terminaram na chamada via da conciliação. Além disso, o percentual cai para 13,6% quando o processo chega ao primeiro grau e, na segunda instância, os resultados são ainda menores, alcançando a marca de 0,4%.

Diante dos dados, a conclusão é clara: a maior parte dos Tribunais de Justiça ainda não utilizam, em potencial, um modelo eficaz para solução de conflitos baseados no conceito de ODR (em inglês Online Dispute Resolution). Por outro lado, as startups estão se destacando na efetividade em solucionar tais processos de forma muito mais rápida e com menor custo, trazendo vantagens para todas as partes envolvidas. Startups inseridas no movimento da AB2L e do LawTech Conference, que você não pode perder.

Leia a matéria na íntegra: Link da matéria

Fonte: Startse

No Comments
Add Comment
Name*
Email*
Website