Top

Quais as tecnologias que impactam o mercado jurídico atualmente? Saiba o que esperar.

A transformação digital no Direito trouxe diversas tecnologias que impactam no mercado jurídico atualmente. Advogados autônomos, escritórios de advocacia e departamentos devem adotá-las se quiserem se manter competitivos. Mas não só isso: algumas delas são soluções incríveis para problemas antigos que a sociedade enfrenta e vieram para simplificar a atuação. Veja a seguir algumas delas!

Aparelhos móveis

Considerados algumas das mais “antigas” tecnologias que impactam o mercado jurídico, os aparelhos móveis (smartphones e tablets) estão no bolso (ou na bolsa) de todo mundo, não só de profissionais de Direito. Mas os advogados estão em trânsito com frequência, seja dentro ou fora de sua comarca.

Audiências e outras diligências tiram o profissional do escritório ou da empresa, o que seria desastroso se eles não utilizassem essas tecnologias para se manterem produtivos fora do local de trabalho. E não só isso. Os aparelhos móveis possuem aplicativos que organizam toda a rotina de um advogado, desde a agenda até as finanças. É impensável andar sem eles atualmente.

Mídias sociais

Facebook, LinkedIn, WhatsApp, Instagram, Twitter, sites, blogs e outras mídias sociais são, sem dúvida, tecnologias que impactam o mercado jurídico de forma avassaladora. Esses meios de comunicação servem para relacionamento com o cliente, marketing jurídico, conexões profissionais e pessoais, colaboração interna da equipe e muito mais.

Novas tecnologias que impactam o mercado jurídico

Nos últimos 5 anos, apareceram outras tecnologias que impactam o mercado jurídico que já eram utilizadas em outros campos. Inovadoras e inacreditáveis, elas passaram a solucionar problemas antigos de advogados, contribuindo para uma prestação de serviços mais célere e qualificada.

ODR

ODR (Online Dispute Resolution) é uma forma digital de resolução de conflitos. No Brasil, elas são admitidas há algum tempo e foram, inclusive, objeto de previsão no novo CPC e na Lei nº 13.140/15 (Lei da Mediação), no artigo 46: “a mediação poderá ser feita pela internet ou outro meio que permita a transação à distância  e que as partes estejam de acordo“.

Um bom exemplo é a plataforma Acordo Fechado, que atua em base de casos negociáveis, diminuindo o tempo de vida útil dos processos nos Tribunais.

 

Inteligência artificial

Já ouviu falar em Machine Learning, chatbot ou jurimetria? Todas essas novas tecnologias que impactam o mercado jurídico atualmente são provenientes da inteligência artificial. Ela modificou toda a atuação dos escritórios de advocacia e departamentos jurídicos, bem como do serviço público.

A jurimetria, por exemplo, avalia dados e consequências de decisões jurídicas. O machine learning (uso de algoritmos, a partir da coleta de dados para determinar ou prever algo) consegue identificar e abstrair argumentos e leis para que o profissional os utilize em petições.

Em suma, a inteligência artificial aplicada ao Direito proporciona redução de custos, economia de tempo, aumento de produtividade, precisão na análise de dados e muito mais. É ou não uma das tecnologias que impactam o mercado jurídico de forma inacreditável?

Legal analytics

Legal analytics, ou análise jurídica, é uma das tecnologias que impactam o mercado jurídico atualmente baseada em inteligência artificial. Por meio da análise da base de dados de um escritório ou departamento, é possível verificar padrões significativos nos litígios anteriores. A partir dessas tendências, os advogados podem traçar uma estratégia com maior chance de sucesso nos casos.

Imagine que você possui uma ação de usucapião na comarca X, que foi distribuída para o juiz Y. Por meio do legal analytics, é possível perceber a tendência do juiz em ações semelhantes em várias comarcas. Quer saber quanto tempo o caso pode durar? Também é possível ter uma estimativa.

Blockchain

Blockchain já é uma tecnologia conhecida por ser utilizada no mercado financeiro. Esse sistema descentralizado e distribuído consegue registrar transações. Essas transações podem ser visualizadas e auditadas, mas não copiadas ou alteradas. Sem dúvida, é uma das tecnologias que impactam no mercado jurídico atualmente, sendo uma nova forma de conduzir os processos.

Porém, ela não para por aí. Seguindo a ideia de otimizar o tempo dos advogados, evitar perda de tempo com burocracias, e garantir segurança jurídica em diversas transações, ela tem o potencial de disrupção (quebra de paradigma) dentro do mercado jurídico. Bons  exemplos são as plataformas de certificação de documentos e os smart contracts.

Um contrato de locação realizado por um software baseado em blockchain é assinado digitalmente pelas partes, que podem acessar o documento por uma senha pessoal única. Entretanto, qualquer alteração o desabilita.

Esse tipo de contrato é autoexecutável e possui termos contratuais traduzidos em um código. Quando as condições são atendidas, ele é válido. Se houver mudanças, não mais.

O impacto da tecnologia: o que esperar para 2019

Na era da chamada Advocacia 4.0, baseada em soluções tecnológicas inovadoras, não se podem pensar que as tecnologias que impactam o mercado jurídico são ameaças aos profissionais. Muitos advogados sentem medo de perder seus postos de trabalho diante das tarefas que essas ferramentas conseguem realizar.

Entretanto, a aplicação delas aos processos e à gestão do escritório conferem eficiência e produtividade a todos. Em outras palavras, as tecnologias que impactam o mercado jurídico são fundamentais para o sucesso do negócio, pois reduzem custos e aumentam a qualidade da prestação de serviços.

Diante desse novo cenário, os gestores do mercado jurídico precisam adotar um novo mindset para que se aproveitem da aplicação dessas soluções tecnológicas. A extração de dados estratégicos possibilita uma tomada de decisões mais fundamentada. Enquanto as ferramentas se destinam a solucionar as burocracias, o advogado foca nas atividades intelectuais em que é imprescindível.

Em suma, as legaltechs que trazem essas tecnologias que impactam o mercado jurídico estão fazendo um ótimo trabalho para auxiliar os advogados a atuarem com mais eficiência e qualidade.

 

A forma mais eficiente, nos tempos atuais, de atuar no Direito é adotando as tecnologias que impactam o mercado jurídico. Se seu escritório de advocacia ou departamento ainda não as utiliza, é preciso correr contra o tempo para não ficar para trás da concorrência.

Gostou do conteúdo? Compartilhe-o nas redes sociais.

Tem dúvidas sobre como a Acordo Fechado pode ajudá-lo? Fale com a gente.

 

Share
No Comments
Add Comment
Name*
Email*
Website